8 de setembro de 2008

A partir de hoje está decretado!

Quem nunca passou por uma crise? Seja ela sentimental, existencial, financeira ou qualquer outro tipo de crise?Não venha me dizer que nunca passou porque se não passou, me desculpe! Você não é humano!
Deparei-me com uma crise este final de semana, que se confunde com sentimental e existencial, na verdade acho que quando mexemos ou na cabeça ou no coração o outro sempre é afetado, é a nossa psique, não tem jeito.
Então parei pra pensar, já faz algum tempo que estou emocionalmente equilibrada, financeiramente me virando, e que eu descobri o que eu quero da vida. Como é que pode em um final de semana tudo mudar? Às vezes nem eu mesma me entendo, quem dirá vocês...mas vamos tentar...
É mais ou menos assim, você escreve um livro, você começa aos pouco e de repente já sabe como vai ser o final, você já sabe qual o melhor destino para os personagens e para as tramas. Bom depois de escrito você le, depois você rele para revisar, revisa varias vezes para nada sair errado. Depois disso você se da conta que o final não tem mais graça, que tudo parece inerte, parado, uma mesmice.
Foi isso que me dei conta, eu estou inerte, parada... Tem uma amiga minha que diz... ”Você gosta é de fortes emoções”. Eu concordo e pergunto: Vocês não gostam???
Dizem que todo psicólogo é um pouco louco, eu como meio psicóloga (porque ainda falta metade da faculdade), entendo esta afirmação como verdadeira. Nossa loucura esta na revisão que fizemos de nos todos os dias, nossa “raça” tem a mania de rever seus conceitos valores e sentimentos todos os dias e foi numa destas revisões que entrei em crise. Tudo que eu queria era estabilidade emocional e existencial, hoje que sou equilibrada chego à seguinte conclusão: A estabilidade é MUITO BOA, e MUITO CHATA! Desculpem-me os estáveis, mas foi a conclusão que consegui chegar.
Podem até pensar que eu sou maluca, doida e gosto de “sofrer”, a única coisa que posso dizer é: SOU MALUCAAA!!!! Coisa boa não ser uma conformada, uma acostumada! Acho que a frase mais triste que posso ouvir hoje, neste momento da minha vida é, “eu me acostumei”.
Conselho de amiga, não se acostumem, o costume é a pior forma de se viver, o interessante é a mudança, mudar sempre.Isso é dinâmico e emocionante.
Sempre fui da política de fazer a coisa certa, de não colocar minhas certezas em risco, estas coisas de gente conformada!Pro inferno com o conformismo... Me dou conta de que arriscar é preciso, senão a vida não tem graça...A partir de hoje esta decretado:
Vou arriscar sempre que quiser!
Vou deixar as coisas acontecerem e não vou me prender ao conformismo!
Não vou mais reprimir meus sentimentos!
Vou me permitir a insegurança!
Vou me permitir a liberdade!
Vou experimentar coisas novas!
Vou chorar sempre que preciso!
Vou rir mais ainda sempre que quiser!
Vou gritar quando me sentir angustiada!
Eu vou viver!!
PS:Caso quebre, vocês me ajudam a consertar!!!

4 comentários:

maris disse...

Amiga é extamente disso q eu falava....eu não quero saber onde vou estar daqui a 10 anos, deixo a vida me levar....claro que com responsabiliade, mas deixo...
E no final...o importante é ser feliz!

Porque desse mundo agente não leva nada...então.

Assino em baixo.

beijossss

Gustavo disse...

Ser Psicólogo é isso:é pensar ser muito normal e de repente se dar conta de que se é totalmente louco, quanto mais o homem se auto-avalia mais ele enlouquece.

Escrevesse o que muita gente tem vontade dizer mas não tem coragem.

Bjaum Gabi!!!

Gabi disse...

hahahahahaha
ADOREEEEEI!!
É verdade, estamos sempre em busca do desequilíbrio, quando está bom demais damos um jeito de mudar a situação.
Acho que o Legião Urbana disse bem: "A dúvida é o preço da pureza e é inútil ter certeza."
Beijão

~ a Juh! disse...

Eu já tive todo e qualquer tipo de crise e acredite, elas sempre deixam algo de bom depois que vão embora!
Seja livre pra sentir medo e dúvida, é assim que a gente cresce e aprende a enxergar o que é melhor pra nós! =)

Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeijos